sexta-feira, 12 de maio de 2017

Concurso IBAMA

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis -IBAMA, através de sua assessoria de comunicação, confirmou o envio de pedido para realização do Concurso IBAMA 2017, ao órgão que é vinculado, Ministério do Meio Ambiente


No pedido, o Instituto solicita 500 novas vagas para Analista Ambiental, 180 vagas para Analista Administrativo e a reposição de 849 cargos que poderão vagar nos próximos 3 anos.


Caso seja aprovado pelo Ministério, será encaminhado para o MPOG para aprovação ou rejeição da solicitação. O IBAMA tenta a aprovação deste concurso desde 2016.


O último concurso IBAMA foi realizado em 2012. A seleção para analista ambiental venceu em 2014 e não houve prorrogação do prazo. Na ocasião, a direção do Ibama estava elaborando projeto para solicitar a autorização de concurso para 2016. Já o certame para técnico administrativo teve a validade prorrogada até 16 de dezembro.



Último concurso Ibama


No último concurso Ibama, realizado em 2012, foram oferecidas 108 vagas para Analista Ambiental, mas 136 candidatos foram nomeados. Foram registrados mais de 16 mil candidatos inscritos.


A função exigiu diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico, em alguns casos. O salário inicial previsto na época era de R$ 5.441,24, já incluídos a gratificação de desempenho de atividade de especialista ambiental (GDAEM) e o auxílio-alimentação, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para analista ambiental, as vagas foram para Brasília e o Rio de Janeiro.


As provas objetivas tiveram 120 questões acerca de conhecimentos de língua portuguesa, atualidades, ética no serviço público, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, legislação do setor de meio ambiente e conhecimentos específicos.


Ainda foram destinadas 300 vagas para Técnico Administrativo e 61 para Analista Administrativo. No caso da área administrativa, os aprovados foram distribuídos por 18 estados, além do Distrito Federal.


Para Analista Administrativo, a remuneração prevista do cargo era de R$ 6.134,15 por jornada de trabalho de 40 horas semanais, já incluídos a gratificação de desempenho de atividade de especialista ambiental e o auxílio-alimentação. Foram aplicadas provas objetivas e discursiva. As provas objetivas também tiveram 120 questões sobre língua portuguesa, informática, matemática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito constitucional e conhecimentos específicos.


Com remuneração de quase R$3.000,00, para o cargo de Técnico Administrativo foram cobrados conhecimentos nas disciplinas: Língua Portuguesa, Atualidades, Informática, Matemática, Noções de Direito – Constitucional e Administrativo, Ética no serviço público, Legislação do Meio Ambiente, Noções de Gestão de Pessoas e Noções em Finanças, Administração, Orçamento e Contabilidade Pública.


A banca organizadora foi o Cespe/UnB.