sexta-feira, 12 de maio de 2017

Concurso TRT-SC 2017

O Tribunal Regional do Trabalho da 12º Região, que abrange o estado de Santa Catarina deve lançar o edital neste ano de 2017. O último edital foi em 2013 e o certame já está vencido desde 2015. Outro fator relevante para a nova seleção é que, o TRT 12º realiza concurso de servidores a cada 3 anos: 2013 – 2010 – 2007/08 – 2005 – 2002. Assim, bem provável que, diante desse contexto, haja abertura este ano.


As vagas serão para as carreiras de Técnico e Analista Judiciários, com nível médio e superior, conforme anunciado no ano anterior. A comissão encarregada de analisar os trabalhos, bem como a escolha da organizadora, oferta de vagas e outros atos para a divulgação do edital foi publicado em abril de 2016 no Diário de Justiça Eletrônico.



Das Vagas


Não se tem informações sobre o numero de vagas, mas é confirmado que o certame para TRT 12º Região ofereça oportunidades para Analista e Técnico Judiciário.


Na última seleção, em 2013, houve mais de 420 nomeações, sendo a de maior parte para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa (165), seguido dos cargos de Analista Judiciária – Áreas: Judiciária (129), Administrativa (28) e Oficial de Justiça Avaliador Federal (33). No de 2010 também não foi diferente, foram mais de 300 nomeações para as diversas áreas, sempre destacando-se a carreira de Técnico Judiciário – Área: Administrativa.


Com isso, você deve intensificar os estudos neste momento, pois o órgão sempre convoca muitos candidatos aprovados para tomarem posse.



Remuneração dos cargos


  • Analista Judiciário – R$ 4.911,69

  • Técnico Judiciário – R$ 2.993,62

Além do vencimento básico, o servidor recebe outras vantagens como: Gratificação de atividade judiciário (GAJ); Adicional de qualificação (AQ), este último depende dos títulos e cursos de capacitação realizados pelo servidor. Com base nisso, confira a tabela abaixo:


caro


Veja abaixo os cargos, requisitos e atribuições previstas no próximo edital.



  • Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de graduação em Direito, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação


Atribuições: Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.



  • Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Execução de Mandados

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de graduação em Direito, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação


Atribuições: Executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.



  • Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Curso Superior completo, devidamente reconhecido e conhecimentos de digitação.


Atribuições: Realizar atividades de nível superior, relacionadas ao planejamento, coordenação, supervisão, orientação e execução de tarefas envolvendo assuntos de natureza administrativa; prestar informações e elaborar relatórios, projetos e pareceres de natureza administrativa; proceder aos estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina para fundamentar análise de processo e tomada de decisão; examinar e elaborar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações; efetuar pesquisas visando ao aperfeiçoamento do serviço, elaborando projetos de estruturação e reorganização do mesmo; executar trabalhos de natureza técnica para a elaboração de normas e procedimentos pertinentes à área de atuação; realizar e planejar atividades voltadas para a administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, bem como de desenvolvimento organizacional, contadoria e auditoria; redigir, digitar e conferir expedientes diversos; executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.



  • Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, ou equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.


Atribuições: Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.


Ao longo deste ano outros TRT’s divulgarão editais com oportunidades para nível médio e superior.