domingo, 2 de julho de 2017

Redação para TCE PE

Redação para TCE PE - 04 correções por aluno.

 












CRONOGRAMA



Aula 01



10/07/2017



Macroestrutura – como elaborar uma redação.


Segundo padrão de resposta de redação de concursos anteriores.


Temas para a segunda redação.



Aula 02



17/07/2017



Microestrutura – Avaliação de aspectos microestruturais conforme padrão CESPE.


Terceiro padrão de resposta de redação de concursos anteriores.


Temas para a terceira redação.



Aula 03



24/07/2017



Cinco temas inéditos com padrões de resposta.


Temas para a quarta redação.


 Dúvidas: [email protected]

domingo, 25 de junho de 2017

Redação para TRE BA

Discursiva p/ TRE-BA (Analista Judiciário - Área Judiciária e Administrativa e Técnico Judiciária - Todas as Áreas) - Tema Atualidades



04 correções por aluno.



Normal
0
21


false
false
false







MicrosoftInternetExplorer4






/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
mso-style-name:"Tabela normal";
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:"";
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:"Times New Roman";
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;
table.MsoTableGrid
mso-style-name:"Tabela com grade";
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
border:solid windowtext 1.0pt;
mso-border-alt:solid windowtext .5pt;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-border-insideh:.5pt solid windowtext;
mso-border-insidev:.5pt solid windowtext;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:"Times New Roman";
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;














CRONOGRAMA



Aula 01



03/07/2017



Macroestrutura – como elaborar
uma redação.


Segundo padrão de resposta de
redação de concursos anteriores.


Temas para a segunda redação.



Aula 02



10/07/2017



Microestrutura – Avaliação de aspectos
microestruturais conforme padrão CESPE.


Terceiro padrão de resposta de
redação de concursos anteriores.


Temas para a terceira redação.



Aula 03



17/07/2017



Cinco temas inéditos com padrões
de resposta.


Temas para a quarta redação.


 Dúvidas: [email protected]

terça-feira, 20 de junho de 2017

sábado, 17 de junho de 2017

terça-feira, 6 de junho de 2017

segunda-feira, 5 de junho de 2017

sexta-feira, 2 de junho de 2017

segunda-feira, 22 de maio de 2017

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Teste


segunda-feira, 15 de maio de 2017

4 técnicas para acabar de vez com a falta de concentração e foco

Falta de concentração e foco


A falta de concentração é uma dificuldade natural do ser humano e para solucionarmos devemos utilizar técnicas adequadas, tendo sempre em mente nosso objetivo.


Um fator que muito causa desconcentração é a preocupação com os problemas do dia a dia.


A primeira técnica para minimizar esse fator é a "Lista do depois".


Funciona assim: sentamos pra estudar com um papel ao lado, e sempre que pensarmos em algum problema para resolver anotamos na "Lista do depois":


Trocar o óleo do carro,
Pagar o boleto vencido,
Cancelar a Netflix,
Consertar a torneira,
Etc.


Tudo que seu cérebro teimar em te lembrar, você anota na lista e já retorna pros estudos. Depois resolve certo?


A cada distração você tem que reajustar seu foco, como se fosse uma máquina fotográfica, anotando na lista você não se preocupa imediatamente com aquilo e ainda otimiza seu tempo.


A segunda técnica é estudar ouvindo música clássica baixinha ao fundo; isso porque um lado do cérebro quer se concentrar, mas o outro fica ocioso, te perturbando. Quando se ouve música clássica, ocupamos esse lado ocioso do cérebro e "ele" não te perturba mais...


A música deve ser baixa a fim de não atrapalhar.


E não pode ser música conhecida porque teremos a tendência de acompanhar a letra ou o ritmo, criando o efeito contrário, por isso o recomendado é música clássica ou ondas alfa.

Tente um desses links:
https://www.youtube.com/watch?v=Gux1xOCrgA4


https://www.youtube.com/watch?v=0U02UsDg-IM


https://www.youtube.com/watch?v=grEUyJKVsIs


https://www.youtube.com/watch?v=0MN0Oy6vJD4



A terceira técnica a ser utilizada é o "Botão da Distração". Como funciona?


A cada momento que perceber que está "viajando", você "clica" em algum lugar do seu corpo e fala uma frase que te faça voltar ao foco.


Não se espante! Isso realmente funciona!.


Vou citar como faço:


Me dou um tapa na parte de trás da cabeça (fico extremamente irritado quando bato a cabeça) e falo a seguinte frase: "Presta atenção no serviço!".


Essa frase tem um significado particular pra mim ok?.


Esse gesto me faz voltar ao foco instantaneamente.


Crie o seu Botão da distração!


Parece uma coisa boba, mas acredite, não é!!!!!


Para finalizar, a quarta técnica é a Pomodoro: consiste em reduzir a parcela do tempo de estudo naqueles dias que tudo parece te distrair.


Eu geralmente oriento tempos de estudo entre 40min a 1h com intervalos de 5 a 10 min entre esses tempos.


Para os dias em que a falta de concentração estiver em alta, podemos reduzir os tempos de estudo para entre 20 a 30 min, ou seja, tempos menores em que nosso cérebro vai precisar se concentrar ao máximo e manter o foco, além do nosso inconsciente entender ser mais fácil atingir metas mais curtas.

Com essas 4 técnicas aliadas as dicas dos artigos anteriores teremos um ganho significativo no nosso nível de aprendizagem.


Acesse esse artigo aqui: Uma Dica Essencial Para Manter O Foco Nos Estudos


Bons estudos para todos!


Mais dicas no meu instagram: https://www.instagram.com/alexandrearaujo_personalcoach/

domingo, 14 de maio de 2017

SUSTENTABILIDADE E ACESSIBILIDADE PARA CONCURSOS

Curso completo com todo o conteúdo programático de sustentabilidade e acessibilidade para os mais diversos concursos. 

Neste curso, o autor aborda os temais mais recorrentes em provas, com explicações objetivas e questões inéditas.

Toda a legislação com os principais comentários e aproximadamente 400 páginas.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Concurso Público TCE PE

A previsão para próximo Concurso Público do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) é para este ano de 2017. O edital deve ser divulgado no segundo semestre.


As vagas devem ser divididas entre os cargos de: Auditores e Técnicos, ambos de nível superior. Também há previsão de ofertar vagas para as funções administrativas. Em relação a quantidade de vagas, ainda não foi definida, mas não deverá exceder as 81 já existentes e decorrentes de aposentadorias e falecimentos. “Desde a contratação dos concursados em 2004, o número de servidores efetivos vem caindo. Os atuais 648 servidores já encontram dificuldades para cumprir as competências constitucionais de controle externo, especialmente importantes no atual cenário. Só em 2016, foram cerca de 40 novas aposentadorias. A expectativa diante da reforma da previdência acelerará esse processo em 2017”, informa o presidente do Sindicato dos Servidores do TCE-PE (Sindicontas-PE), Márcio Santana.


Último concurso TCE PE


Organizado pelo Cespe em 2004, ofereceu 109 vagas distribuídas entre os cargos de Analista de Sistemas, Assistente Técnico de Informática e Administração, Auditor das Contas Públicas, Auditor das Contas públicas para a Área de Saúde (Medicina, Odontologia, Farmácia ou Enfermagem), Bibliotecário, Inspetor de Obras Públicas (Arquitetura e Engenharia), Procurador do Ministério Público de Contas e Procurador Consultivo do Tribunal de Contas. No caso de auditor, a seleção contou com 120 itens versando sobre conhecimentos específicos, também sendo considerados títulos para a classificação final.


RESUMO


Concurso: Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE PE)


Banca organizadora: A definir


Cargos: Auditor e Técnico


Escolaridade: Nível superior


Vagas: Até 81


Remuneração: Até R$ 17 mil


Situação: Edital anunciado


Previsão do edital: Segundo semestre de 2017


Em breve, mais informações devem ser divulgadas. Fique atento às noticias diárias em nosso blog!


 

Concurso MPT

Foi publicado de forma extraoficial, o edital do 20º Concurso do Ministério Público do Trabalho, que prevê o preenchimento de uma vaga imediata mais formação de cadastro de reserva no cargo de procurador do trabalho. As oportunidades serão para a 3ª Região da Procuradoria Regional do Trabalho, em Belo Horizonte – MG.


De acordo com o documento divulgado por fontes internas do MPT, as inscrições do concurso serão abertas no próximo dia 15 de maio e seguirão até o dia 13 de junho. A aplicação das provas objetivas acontecerá na data prevista de 6 de agosto.


O concurso MPT terá validade de dois anos a contar da data da publicação do resultado final podendo ser prorrogado uma vez por igual período.


A publicação oficial do edital deverá acontecer nos próximos dias.


Confira mais informações acessando o Edital MPT


concurso mpt


concurso mptconcurso mpt



O concurso MPT


O Ministério Público do Trabalho publicou, na sexta-feira, dia 5 de maio, no Diário Oficial da União, a resolução de n° 143 de 27 de abril, que estabelece novas normas para a realização do concurso MPT para ingresso na carreira do órgão. A resolução reserva 20% das vagas para pessoas negras e a ampliação da cota para pessoas com deficiência, que passa a ser de 20%.


A decisão atende aos princípios da atuação finalística do MPT, de promoção da igualdade e de combate à exclusão social e à discriminação no trabalho. A nova regulamentação aprovada também busca a adequação à legislação e à jurisprudência atuais, garantindo maior transparência ao Concurso e melhor democratização ao seu acesso.


A proposta da nova Resolução foi apresentada ao Conselho pelo Procurador-Geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, adotando proposta da secretária do XX Concurso, Procuradora do Trabalho Daniela Varandas, e relatada pelo subprocurador-geral do Trabalho Ricardo José Macedo de Brito.


Confira abaixo a resolução do MPT:


Concurso MPT



Formação de equipe para o concurso


O Ministério Público do Trabalho definiu, durante sessão extraordinária, uma equipe multiprofissional que deve dar assistência à comissão organizadora na realização de um concurso para procurador do trabalho. A decisão foi publicada na edição do dia 25 de abril, do Diário Oficial da União.


Os servidores indicados aos trabalhos foram a Subprocuradora-Geral do Trabalho Maria Aparecida Gugel, como presidente); como membros a Procuradora Regional do Trabalho, Soraya Tabet Souto Maior, a Procuradora do Trabalho, Sofia Vilela de Moraes e Silva), bem como os servidores do MPT, Victor Saboia da Silva e Adriana Brant Metzker Ferro, como médicos, e Stefany Langamer de Paula, psicóloga.


Eles devem compor a Equipe Multiprofissional que dará assistência ao Ministério Público do Trabalho durante o 20º Concurso Público para Procurador do Trabalho. O quantitativo de vagas a serem ofertadas pelo concurso ainda não foi divulgada e só deve ocorrer assim que o edital for publicado.




Comissão organizadora


O órgão já formou uma comissão responsável pela organização do certame. A definição foi a publicada no Diário Oficial da União (DOU), edição do dia 3 de abril.


Com a comissão do Concurso MPT formada, a expectativa é que detalhes sobre a seleção, como o número de vagas, previsão de cronograma e as localidades que serão contempladas sejam divulgados em breve. A taxa de inscrição pode custar R$ 240 e a estimativa é que participem cerca de oito mil candidatos.


Para concorrer ao cargo de procurador, é preciso ter bacharelado em Direito e, no mínimo, três anos de experiência profissional na área jurídica após a conclusão da graduação. O salário inicial é de R$ 28.947,55.


Um dos principais objetivos do procurador do trabalho é propor as ações necessárias à defesa dos direitos e interesses dos menores, incapazes e índios, decorrentes das relações de trabalho, entre outras atividades. (Lei Complementar nº 75/1993).



Último concurso MPT


O último concurso MPT foi realizado em 2015 com a oferta de nove vagas. As vagas foram para o Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Brasília. Os participantes participaram de três etapas: prova objetiva, teste subjetivo e avaliação prática.


As disciplinas abordadas foram:


Direito Constitucional


Direitos Humanos


Direito Individual do Trabalho


Direito Coletivo do Trabalho


Direito Processual do Trabalho


Direito Civil e de Empresa


Regime Jurídico do Ministério Público


Direito Processual Civil


Direito Administrativo


Direito Previdenciário da Seguridade Social


Direito Penal e Direito Internacional e Comunitário


A organização do concurso foi realizada pelo Ministério Público do Trabalho.



♦Informações do Concurso Anterior


►Ano: 2015


►Edital: EDITAL MPT 2015


►Banca: Ministério Público do Trabalho


♦Informações do Próximo Concurso


►Data prevista: 2017 edital/ 2017 provas


►Vagas: a definir►Lotações: A definir


►Remuneração inicial: R$ 28.947,55


►Banca: A definir►Edital: Edital MPT


►Escolaridade: Ensino superior completo + 3 anos de experiência jurídica


 

Concurso Colégio Pedro II

O Colégio Pedro II, uma das mais tradicionais instituições públicas de ensino básico do Brasil, localizado no Rio de Janeiro, pode realizar concurso para o quadro de servidores da unidade de ensino federal (concurso Colégio Pedro II). A confirmação veio de publicação da Pró-Reitora de Ensino do colégio, Eliana Myra.


A Pró-Reitoria de Ensino é o órgão executivo ao qual compete, por atribuição da Reitoria, planejar, desenvolver, coordenar, supervisionar, fomentar e acompanhar a execução de atividades das políticas de Ensino Básico.


A destinação de um valor de R$ 9,5 milhões para a realização de concurso para o órgão foi aprovada na Lei Orçamentária de 2017.


A instituição não informou ainda para quais especialidades e cargos um novo concurso para o Colégio Pedro II RJ contemple. A Gestão de Pessoas do órgão já afirmou que a instituição já faz um levantamento do atual quadro de servidores do colégio.


A expectativa, portanto, é que o concurso Pedro II oferte oportunidades para cargos de técnicos administrativos, em área de apoio, e também para professores. Espera-se que a maior parte das oportunidades seja para cargos dos níveis fundamental, médio e médio/técnico, para que os profissionais sejam distribuídos nos nove campus: centro do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Engenho Novo, Humaitá, Niterói, Realengo, São Cristóvão e Tijuca.



Último concurso Colégio Pedro II RJ – técnicos


O Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, realizou um concurso em 2015 destinado ao provimento de 56 (cinquenta e seis) cargos efetivos de Técnico Administrativo em Educação. Foram ofertadas vagas para auxiliar de biblioteca (9 vagas), assistente em administração (40), engenheiro civil (3), engenheiro eletricista (1), secretário executivo (1) e técnico em assuntos educacionais (2).


Os vencimentos iniciais ofertados para esses profissionais, conforme o último edital do certame, variavam entre R$ 1.739,34 e R$ 3.666,54. Dependendo do cargo, as oportunidades eram para ambos os níveis: médio e superior. A banca organizadora do concurso foi o Instituto Acesso no Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego.



Seleção de professores


A unidade de ensino também realizou concurso para a seleção de professores em 2014, quando foram ofertadas 69 vagas na carreira do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) foi a banca organizadora.


Foram ofertadas vagas de professores para as áreas de Artes Visuais, Biologia, Ciência da Computação, Desenho, Educação Física, Educação Musical, Filosofia, Física, Francês, Geografia, História, Informática Educativa, Inglês, Matemática, Português, Química, Sociologia, Educação Infantil, 1º segmento do ensino fundamental e Espanhol.


O requisito para investidura no cargo era ter curso superior em licenciatura na área a ser concorrida. Os vencimentos básicos para um professor em nível de graduação chegam a R$ 3.804,29, conforme o último edital. E aumentam com as gratificações por titulação: com especialização, o valor é de R$ 4.412,51; com mestrado, R$ 5.736,27; e com doutorado, R$ 8.844,67.


Edital Concurso Colégio Pedro II – Técnicos


Edital Concurso Colégio Pedro II – Professores


 

Concurso BB 2017

Após aumento salarial dos bancários do Banco do Brasil, os servidores lutam agora para que seja aberto um concurso urgentemente para preencher vagas, já que muitos funcionários estão com sobrecarga de trabalho, o que acarreta desgaste para muitos deles.


No ano anterior, o Presidente do Banco Brasil, Paulo Caffarelli, anunciou novas medidas que reestruturam o Banco (BB), segundo o Presidente a realização de novos concursos dependerá da adesão do banco ao Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI), esse programa pode gerar até 18 mil saídas de funcionários.



Vagas e Remuneração


As expectativas de vagas para o novo concurso do Banco do Brasil serão para os estados do: Rio de Janeiro, Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte do estado), Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte do estado), Bahia, São Paulo, Goiás, DF, Alagoas, Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará. Mas, o presidente do banco informou que fará novos estudos para a possível abertura do concurso em 2017. E com isso, vale salientar que, nestes estados o BB não tem mais cadastro reserva, por conta disso há uma exigência do concurso.


A remuneração paga ao cargo de escriturário, que exige nível médio completo, teve um aumento e chega a R$3.952,03, já com os benefícios.



O que estudar?


Com base no último edital, em que foram feitas algumas alterações (a entrada da língua inglesa), as matérias cobradas foram:



  • Língua portuguesa;

  • Raciocínio lógico-matemático;

  • Atualidades do mercado financeiro;

  • Cultura organizacional;

  • Técnicas de vendas;

  • Atendimento (focado em vendas);

  • Domínio produtivo da informática;

  • Conhecimentos bancários;

  • Língua inglesa;

  • Redação.

A grande carência de servidores faz com que o BB realize o concurso de qualquer forma, sendo assim, os interessados devem manter os estudos em dia. Portanto, fique atento em nosso blog e, em breve, traremos mais informações sobre este certame tão aguardado.


 

Concurso TRE BA 2017

Muitos certames estão previstos no ano de 2017. Os interessados em ingressar nas carreiras de tribunais já podem comemorar as boas novas. O TRE-BA anunciou há alguns meses o interesse de realizar uma nova seleção. A expectativa é que o certame seja aberto no primeiro semestre de 2017, com vagas para nível médio e superior.


O candidato que ingressar no próximo concurso do TRE-BA terá diversos motivos para comemorar, é que os novos servidores aprovados ingressarão com reajuste salarial. O Técnico Judiciário recebe atualmente R$ 5.365,92, passará a receber R$ 7.591,37. Já o Analista Judiciário recebe R$ 8.803,97, passará a R$ 12.455,30.


O último certame foi em 2009, organizado pelo Cespe/UnB, que ofereceu oportunidades para analista e técnicos judiciários. O concurso formou cadastro de reserva para ambos os cargos, em várias áreas de atuação.


Na ocasião, os candidatos foram avaliados com 80 questões objetivas de Conhecimentos Específicos do cargo e 40 questões de Conhecimentos Básicos, mais prova discursiva para candidatos a Analista; prova de prática de apanhamento taquigráfico para candidatos a Analista na especialidade de Taquigrafia; e prova de capacidade física para candidatos a Técnico – Segurança Judiciária.


Assim como em outros concursos, o conteúdo programático cobrado nas avaliações são: Língua Portuguesa, RLM, Noções de Informática, Noções de Arquivologia, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Civil, Noções de Direito Processual Civil, Noções de Administração Pública, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do Tribunal.


A validade do certame encerrou em 2014, por isso a intenção de realizar uma nova seleção.


Continue acompanhando nosso blog e mantenha-se informado.




 

Concurso TRT-SC 2017

O Tribunal Regional do Trabalho da 12º Região, que abrange o estado de Santa Catarina deve lançar o edital neste ano de 2017. O último edital foi em 2013 e o certame já está vencido desde 2015. Outro fator relevante para a nova seleção é que, o TRT 12º realiza concurso de servidores a cada 3 anos: 2013 – 2010 – 2007/08 – 2005 – 2002. Assim, bem provável que, diante desse contexto, haja abertura este ano.


As vagas serão para as carreiras de Técnico e Analista Judiciários, com nível médio e superior, conforme anunciado no ano anterior. A comissão encarregada de analisar os trabalhos, bem como a escolha da organizadora, oferta de vagas e outros atos para a divulgação do edital foi publicado em abril de 2016 no Diário de Justiça Eletrônico.



Das Vagas


Não se tem informações sobre o numero de vagas, mas é confirmado que o certame para TRT 12º Região ofereça oportunidades para Analista e Técnico Judiciário.


Na última seleção, em 2013, houve mais de 420 nomeações, sendo a de maior parte para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa (165), seguido dos cargos de Analista Judiciária – Áreas: Judiciária (129), Administrativa (28) e Oficial de Justiça Avaliador Federal (33). No de 2010 também não foi diferente, foram mais de 300 nomeações para as diversas áreas, sempre destacando-se a carreira de Técnico Judiciário – Área: Administrativa.


Com isso, você deve intensificar os estudos neste momento, pois o órgão sempre convoca muitos candidatos aprovados para tomarem posse.



Remuneração dos cargos


  • Analista Judiciário – R$ 4.911,69

  • Técnico Judiciário – R$ 2.993,62

Além do vencimento básico, o servidor recebe outras vantagens como: Gratificação de atividade judiciário (GAJ); Adicional de qualificação (AQ), este último depende dos títulos e cursos de capacitação realizados pelo servidor. Com base nisso, confira a tabela abaixo:


caro


Veja abaixo os cargos, requisitos e atribuições previstas no próximo edital.



  • Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de graduação em Direito, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação


Atribuições: Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.



  • Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Execução de Mandados

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de graduação em Direito, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação


Atribuições: Executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.



  • Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Curso Superior completo, devidamente reconhecido e conhecimentos de digitação.


Atribuições: Realizar atividades de nível superior, relacionadas ao planejamento, coordenação, supervisão, orientação e execução de tarefas envolvendo assuntos de natureza administrativa; prestar informações e elaborar relatórios, projetos e pareceres de natureza administrativa; proceder aos estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina para fundamentar análise de processo e tomada de decisão; examinar e elaborar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações; efetuar pesquisas visando ao aperfeiçoamento do serviço, elaborando projetos de estruturação e reorganização do mesmo; executar trabalhos de natureza técnica para a elaboração de normas e procedimentos pertinentes à área de atuação; realizar e planejar atividades voltadas para a administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, bem como de desenvolvimento organizacional, contadoria e auditoria; redigir, digitar e conferir expedientes diversos; executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.



  • Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, ou equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.


Atribuições: Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.


Ao longo deste ano outros TRT’s divulgarão editais com oportunidades para nível médio e superior.